fbpx

Declaração de Não Ocorrência de Eventos Suspeitos precisa ser entregue até 31 de janeiro

Profissionais da contabilidade e organizações contábeis têm até o dia 31 de janeiro para preencher a Declaração de Não Ocorrência de Operações de Eventos Suspeitos de Lavagem de Dinheiro ou Financiamento ao Terrorismo e entregar ao Conselho Federal de Contabilidade (CFC).

A declaração é uma comunicação obrigatória prevista na Lei n.º 9.613, de 1998, e na Resolução CFC n.º 1.530, de 2017 . O documento, destinado a profissionais e organizações contábeis, pode ser acessado no site do CFC (cfc.org.br/coaf).

O preenchimento é obrigatório, pois a Lei busca a contribuição da sociedade e dos órgãos regulamentadores para a prevenção e o combate à lavagem de dinheiro e ao financiamento ao terrorismo.

Ciente da obrigatoriedade, a Controller iniciou os processos de seus clientes. É importante que as empresas se mantenham atualizadas sobre as exigências legais para garantir que os seus sistemas e procedimentos estejam em conformidade com todas as leis e regulamentos aplicáveis, a fim de evitar multas e/ou outras sanções.

Este conteúdo foi útil para você? Compartilhe com outras pessoas.

Conte com a Controller para oferecer as melhores soluções para o seu negócio.
Acompanhe mais novidades nas nossas redes sociais.

Acesse:controller-rnc.com.br
@controller_ce
E-mail: controller@controller-rnc.com.br
+55 (85) 3208-2700

Compartilhe

Mais Publicações

Newsletter Controller

Podcast - Atitude Além da Conta

Fale com os nossos consultores e saiba como podemos melhorar seus resultados

Soluções Inteligentes

Solicite as soluções de quem
entende o seu negócio:

Matriz:

Rua Monsenhor Bruno, 1600
Aldeota – Fortaleza – CE – CEP: 60115-191

E-mail: controller@controller-rnc.com.br

Tel: +55 (85) 3208-2700

Filial:

Rua Monsenhor Bruno, 1600
Aldeota – Fortaleza – CE – CEP: 60115-191

E-mail: controller@controller-rnc.com.br

Tel: +55 (85) 3208-2700

Controller Auditoria e Assessoria Contábil S/S
CNPJ: 23.562.663/0001-03 | © 2019
Desenvolvido por